0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Você acordou feliz? Sabe qual o seu propósito para hoje?

Hoje quando você acordou pela manhã, quando tomou ciência de que estava nascendo um novo dia, qual foi o seu sentimento? Você sentiu que iria viver ou sobreviver a esse dia? Sentiu que estava realizando o seu propósito?

Você acordou feliz e grato pelo novo dia?

Com vontade de levantar logo para dar um beijo de bom dia na pessoa que está com você? Acordou doido de vontade de ir ao quarto dos seus filhos, olhar para a carinha deles e se sentir revigorado? 

Acordou com vontade de se cuidar? Acordou feliz e ansioso por dar continuidade nas suas atividades diárias porque, elas te fazem bem, têm sentido e propósito?

Ou não… acordou só porque o relógio despertou e, você é obrigado a levantar?

Acordou com um aperto no peito porque, terá que se deslocar até um lugar que não se sente bem, não gosta e não te faz feliz.

Acordou atrasado e por isso não teve tempo de dar um beijo de bom dia na pessoa que está ao seu lado, nem foi dar uma olhada no seus filhos, mal se arrumou para ir ao trabalho, engoliu qualquer coisa que tinha na cozinha, saiu resmugando, passou o dia olhando para o relógio esperando cada minuto passar…

O primeiro cenário é o da pessoa que vive, já o segundo, é o da pessoa que sobrevive.

E, infelizmente, há muito mais gente sobrevivendo do que vivendo hoje em dia.

E, o pior disso tudo é que, por serem a maioria, acaba que achamos tudo isso muito normal…

Não é normal!

Não é normal brigar com seu conjugê, afinal, faz muito tempo que convivem juntos?

Não é normal acordar atrasado, afinal, a vida está passando muito rápido?

O estresse é o mal do momento então, é normal não é?

NÃO! NÃO e NÃO!

Por muito tempo achei, assim como muitos, que tudo isso era normal…

Ficar horas no trânsito, tomar remédio para tudo, viver no pronto socorro com crise de ansiedade, odiar meu chefe, chegar no trabalho não vendo a hora de ir embora, viver um relacionamento artificial, ter dor de estômago dia sim, dia não, sair para beber (muito) para “relaxar”…

Se, você que está lendo esse texto, conseguiu se identificar no segundo cenário, está tudo bem!

O primeiro passo para uma mudança é, identificar o erro e/ou problema e, querer muito mudar isso. Tenho certeza, se você quer, você vai mudar!

O seu problema é seu!

E, uma coisa que te digo é, VOCÊ PODE TUDO O QUE VOCÊ QUISER, não atribua essa vida que leva hoje à fatores externos, todos os problemas e as soluções partem, única e exclusivamente de Você!

Dê o primeiro passo

Sério, se você quer mudar, só comece e acredite. (Talvez) Não seja de uma hora para outra mas, aos poucos, tudo vai tomando a forma que você deseja que tome e, quando menos perceber, você (se quiser) estará VIVENDO!!

São muitos anos de desenvolvimento do seu hábito antigo

Haverão dias em que, o hábito de quem, antes, sobrevivia, vai querer invadir o seu ser e, de novo, está tudo bem!

Mudanças não acontecem do dia pra a noite

Mudanças de hábitos não acontecem do dia para a noite…se você tem 18, 25, 40, 60, 80 anos… foram, 18, 25, 40, 60, 80 anos de criação de uma hábito. Não que você levará o mesmo tempo para mudá-los para melhor, não! Mas.. pegue leve com você mesmo, vai dar tudo certo:)

Somos condicionados

Somos condicionados a pensar no pior, a desistir num primeiro obstáculo mais difícil, a atribuir nosso insucesso a terceiros, a culpar os outros por não sermos felizes…

Quando enterdemos

Mas, quando despertamos e entendemos que ABSOLUTAMENTE TUDO depende somente de nós mesmos, o alívio é tão grande… costumo dizer que, isso sim que é a verdadeira liberdade e, nesse momento encontramos o propósito 🙂

Que tal deixarmos de sobreviver e passarmos a viver cada dia?

E, quando você se deparar com pessoas que sobrevivem, nas as julgue, as abrace e tenha paciência, um dia ela (se quiser) se libertará e viverá como nós 😉

Seja Feliz!

1 Comment

  1. Luana fevereiro 20, 2018 at 6:47 pm

    Maravilhoso Mari!!! Bora viver!!!

    Reply

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *