Óleo de coco: benefícios cientificamente comprovados

Óleo de coco: falar sobre ele sempre gera dúvida.

Isso porque… cada um fala uma coisa e, nos deparamos no meio de um jogo de interesses…

Você já pesquisou sobre o óleo de coco? Questionem-se!

Por isso, antes de começar a escrever qualquer coisa aqui, vou sugerir o que sempre sugiro à todos que me questionam:
Estudem, pesquisem e leiam, além daquilo que te disserem. Dessa forma, você poderá ter embassamento para tirar suas próprias conclusões ;).

Óleo de coco X Alzheimer

Vou começar com uma história muito bacana ( pesquisem no google que vão encontrar facilmente) sobre o marido de uma médica que, teve o diagnóstico de alzheimer, Dra Mary Newport (link).

Dra Mary Newport passou a tratar seu marido, diagnosticado com Alzheimer, com Trigliceres de cadeia média (TCM)Isso porque, após inúmeros testes, com inúmeros tratamentos (todos com acompanhamento de especialistas), o único com algum avanço significativo, foi um com um remédio que continha em sua composição o TCM.

Como seu marido, Steve, não passou no teste para iniciar esse tratamento, Dra Mary pesquisou sobre o TCM e, começou em casa mesmo, o tratamento com seu marido. O TCM é um composto encontrado no óleo de coco e, por isso, a dra passou a inserir na dieta do seu marido, diariamente, óleo de coco.

Cetonas

O óleo de coco, assim como outros tcm’s, aumenta a produção de cetonas, que são criadas quando a gordura no nosso corpo é quebrada em energia.

Para que você entenda

Normalmente, as células cerebrais extraem o seu combustível da glicose. Mas, no caso do cérebro desregulado, as células cerebrais que causam convulsões não podem metabolizar a glicose corretamente. E, precisam então de outra fonte de combustivel que, no caso, é a cetona.

Após 60 dias tomando óleo de coco diariamente…

Steve não apresentava mais tremores, recuperou a memória, voltou aos exercícios físicos e às suas tarefas do trabalho.

Óleo de coco X Medicina ayurvédica

Na medicina Ayurvédica, o coco é um alimento muito estimado. A partir de uma perspectiva ocidental, o coco é um alimento alcalino isento de glúten, rico em gordura saturada e fibra. Ele também contém proteínas e alguns minerais importantes – cálcio, ferro, potássio e magnésio.

Fonte: http://leilagusmao.com.br/o-coco-sob-a-perspectiva-do-ayurveda-e-suas-formas-de-uso/

” Todo lugar onde a culinária tem o coco como  um dos ingredientes principais, o índice de diabetes, obesidade, câncer, doenças cardíacas é quase NULO.”

Óleo de coco X HIV

Nas Filipinas, um médico estudou pacientes com HIV e, publicou artigo onde explica que…Nos pacientes com HIV, que ingeriam óleo de coco, o HIV não evoluia para a AIDS.

Isso porque, ele atua no organismo e não permite que o vírus evolua.

Óleo de coco X Colesterol

Um outro médico, também renomado, em 2003, juntou 60 estudos científicos sobre o óleo de coco no perfi lipídico e, comparou todos os estudos, de maneira randomizada.  E, com isso, pôde demonstrar que a alteração lipídica é benéfica, havendo um aumento do HDL, pequena diminuição do LDL e, por tanto, não alterando o colesterol.

“o que importa para o colesterol não é sua quantidade mas, sim, a proporção de HDL e LDL no organismo”

Óleo de coco X Diabetes

Pessoas com DIABETES, inclusive DIABETES TIPO I, que ingerem ÓLEO DE COCO, apresentam melhora significativa pois, o ÓLEO DE COCO é INSULINOTRÓPICO.

“colesterol não é gordura, é lipídeo. E, sua principal fonte de fabricação é  o CARBOIDRATO”

Óleo de coco X Intestino

O coco tem muita fibra, 4 vezes mais fibras do que a aveia. Por esse motivo, sua ingestão é excelente para controle do intestino e, para tratar de questões como a síndrome do intestino irritado, por exemplo.
Antigamente, nossos ancestrais, ingeriam de 100 a 200g de  fibras por dia. Hoje, se ingerimos 15g é muito, por isso tantos problemas de intestino nos acomete cada vez mais.

Mas… e os ácidos graxos, gordura saturada?

Rico em gordura saturada e, isso causa muita confusão para nós porque, sempre ouvimos falar muito mal sobre essas gorduras, não é?
Porém, se estudarmos um pouquinho sobre o tema, vamos aprender que, existem três classificações para as gorduras saturadas.

Cadeia curta, cadeia média, cadeia longa

E, segundo estudos, os gorduras saturadas de cadeia média não prejudicam nossa saúde, pelo contrário. Para vocês terem uma ideia, o leite materno é composto 55% de gordura saturada. Se fosse tão ruim assim, nosso organismo não produziria para alimentarnmos nossos filhos, concorda?

Inclusive, sobre isso

“é um excelente substituto para o leite materno!”
Isso porque, o COCO é rico em ÁCIDO LAURICO, mega presente no leite materno.
Claro, que essa substituição pode ser feita quando a mulher não estiver conseguindo produzir o seu próprio leite… não é para trocar um pelo outro, né?!

Óleo de coco X Controle de peso

É termogênico, além de ser um excelente pré treino, ele regula o peso.
“óleo de coco não engorda, quem te disser isso, não sabe sobre nutrição”

Óleo de coco X Cérebro

Bom,  ele possui lipídeos de boa qualidade que auxiliam na saúde do cérebro. Produz corpo cetogênico saudável que serve de combustível para o cérebro.

Óleo de coco X Cabelo

Passando óleo de coco na cabeça, direto no couro cabeludo, há a diminuição da queda, além de deixar seus cabelos muito mais saudáveis. Isso porque, há muito DHT ( que é produzido naturalmente pelo organismo ao longo que os anos passam) no couro cabeludo e, o óleo de coco possui ácidos importantes que combatem esse DHT.

Além, de todos esses benefícios,  o óleo de coco:

  • é o melhor óleo para se fritar
  • quem não tem visícula pode ingeri-lo numa boa
  • é ótimo que as mães que estão amamentando, o ingeriam, para que seus nutrientes sejam passados ao bebê, via leite materno
  • farelo de coco é ótimo para o bom funcionamento do intestino
  • melhora a cognição para todos, até aqueles que ( à principio) não possuem pré disposição à doenças cerebrais.
  • é antinflamatório

Bom, como podem perceber, são inúmeros os benefícios  que o coco e seus derivados podem nos oferecer. Não é a toa que existam tantos artigos, livros, palestras, depoimentos sobre ele, não é mesmo?

Que vocês sejam muito felizes, saudáveis e plenos 🙂

1 Comment

  1. Pingback: Óleo de coco faz bem ou mal? Entenda algumas coisas importantes

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *